Do mercadinho de bairro à rede de sucesso: descubra como essa jornada pode acontecer com seu negócio

Do mercadinho de bairro à rede de sucesso: descubra como essa jornada pode acontecer com seu negócio

Digiqole ad

É frequente enxergar uma distinção clara entre os mercados de bairro e as redes: os primeiros são sempre muito pequenos, com estrutura limitada e atendimento personalizado, enquanto as redes são grandes, frias, e com preços competitivos.

Ocorre que, com a volta da popularização dos mercadinhos de bairro, muitos deles têm aproveitado o momento, investido em estrutura, tecnologia e treinamento e passado de uma modesta loja em local afastado para um negócio de sucesso, com várias unidades bem estruturadas e que unem as qualidades de redes com a das pequenas lojas.

Segundo Cláudio Tissi, empresário do ramo em Curitiba que fez justamente esta jornada da pequena loja para a bem estabelecida rede dos Supermercados Tissi, o segredo está na união entre o mix de produto competitivo com o atendimento personalizado que só os pequenos conseguem oferecer.

De fato, segundo o SEBRAE, o atendimento é um fator-chave para o sucesso do pequeno estabelecimento, já que a competitividade exclusivamente pelo preço favorece as grandes redes. E que outros passos devem ser tomados por um empresário que quer fazer seu mercadinho decolar? Confira a lista:

  • Localização: um passo fundamental para o sucesso do mercado é atuar de acordo com as necessidades do público, por isso é importante compreender o comportamento e as expectativas do público de onde se atua, de modo a oferecer aquilo que ele busca, compondo um mix atraente e que faça sentido para sua clientela, em termos de preço e variedade;
  • Atendimento: como dito antes, atendimento cordial, amigável e personalizado é fundamental para que seu público se sinta valorizado e, assim, seja fiel à seu estabelecimento;
  • Relacionamentos locais: uma forma de consolidar sua posição na região onde atua é criar vínculos com o público, realizando eventos, ações de relacionamentos e até mesmo organizando visitas para conhecer suas estruturas, gerando transparência e proximidade;
  • Visual: boa organização de produtos, projeto de arquitetura de interiores atraente e que favoreça a circulação devem ser prioridade para melhorar a experiência do cliente;
  • Limpeza e organização: o ambiente deve ser impecável nestes aspectos para que o público confie no lugar e volte sempre;
  • Gestão: invista em tecnologia de gestão, comunicação e relacionamento, assim como em treinamento de pessoal para ter certeza que seu público será bem atendido em todos os aspectos, desde o fornecimento de informações, até o bom abastecimento de prateleiras e, claro, o relacionamento interno com o funcionário.

Seguindo dicas como estas e contanto com um fornecedor confiável e experiente, seu negócio certamente irá conquistar cada vez mais clientes e poderá fazer frente às grandes redes varejistas.

Ponto Varejista

Posts relacionados

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *