Os 4 maiores erros em gestão de estoque que você deve evitar

Os 4 maiores erros em gestão de estoque que você deve evitar

Os 4 maiores erros em gestão de estoque que você deve evitar

Digiqole ad

O estoque é patrimônio, por isso é primordial que você realize um planejamento de longo prazo e evite cometer alguns erros na gestão de estoque. Uma boa administração desse setor permite que você tenha melhores resultados, dispondo sempre dos produtos que sua clientela necessita, fidelizando-a para sua loja.

Para te ajudar, realizamos uma pesquisa e identificamos quais são os erros mais comuns nesse setor. Analise quais deles você possa estar cometendo e confira nossas dicas para não cair nessas armadilhas.

Maiores erros na gestão de estoque nas empresas do varejo:

1. Ruptura

Ruptura é a falta do produto na gôndola. A ruptura é um dos maiores vilões do varejo, pois quando ela ocorre o cliente fica insatisfeito e acaba por visitar outra loja para procurar o produto. Resultado: grandes chances de perder o cliente para a concorrência!

Além do risco de perder o cliente, a loja perde a venda caso o cliente não opte por um produto substituto. Algumas pesquisas mostram que se não houvesse ruptura, o varejista aumentaria seu faturamento em cerca de 10%. Quem trabalha no varejo sabe a relevância desse número, podendo ser a diferença entre lucro ou prejuízo no final do mês.

O grande problema da ruptura é que ela é praticamente invisível aos olhos do varejista. É difícil de identificá-la, raras são as vezes em que o cliente reclama aos funcionários da loja e essa mensagem chega na gerência com precisão. Por isso, procurar maneiras de mensurar a ruptura é um ótimo começo.

2. Comprar produtos em excesso

A realização de compras não pode ser impulsiva, tampouco baseada somente em preço. É preciso que o setor comercial compre de forma coerente, atendendo a demanda, levando em consideração datas especiais e produtos sazonais, pois, caso contrário, as mercadorias se acumularão, dificultando o controle e aumentando os custos de gestão.

Quando encaramos esse problema no setor alimentício, identificamos um complicador adicional: os perecíveis, pois tais itens possuem prazos de validade reduzidos e necessitam de acondicionamento especial, de maior custo.

Realçamos a importância do apoio de um bom software de gestão, para não cometer erros banais ocasionados por euforia ou falta de informações adequadas ao processos de compra. É preciso ter uma visão do negócio como um todo!

3. Ignorar a importância do inventário para a gestão de estoque

inventário ou contagem de estoque, por parecer algo complicado, tem a sua importância subestimada. Observamos que as empresas realizam esse procedimento menos vezes do que deveriam.

São muitos os benefícios de se fazer regularmente o inventário. Dentre eles destacamos a mensuração das perdas, ou seja, quantidade e valor de produtos perdidos, seja por furto, vencimento ou dano na embalagens. A disponibilidade de informações sólidas acerca de quantidades e valores dos produtos, orientam o setor de compras sobre quais deles deve-se focar em vender a fim de reduzir excessos de estoque.

Um ganho paralelo é garantir que não se coloque na área de vendas produtos vencidos ou estragados, evitando assim multas e problemas com os clientes. Constatamos que a falta desses cuidados corresponde, no final do mês, a uma fatia da margem de lucro dos varejistas.

A implantação de rotinas visando a prevenção de perdas e melhoria do desempenho do comercial, transforma o inventário em rotina essencial, cuja execução pode ser simples e ágil.

4. Deixar de utilizar sistemas de informação para ajudar na gestão de estoque

Um bom software deve centralizar as informações que garantam a gestão da empresa. A utilização de um software que integre as atividades operacionais do varejo e permita a consulta de relatórios em tempo real é indispensável.

Se sua empresa ainda não possui um sistema de gestão, busque se adequar e investir em tecnologias que melhorem o seu desempenho. Os custos ao se implantar um software são irrisórios se comparados aos benefícios advindos da diminuição de erros operacionais e de gestão. Só a gestão de estoque eficiente já traz retorno a esse investimento. Por outro lado, se você já utiliza um sistema, garanta que o mesmo atenda às necessidades do seu negócio.

Você já sabe agora como evitar alguns erros comuns na gestão de estoque da sua empresa. Compartilhe este post nas redes sociais e ajude outras pessoas a se informarem também!

O inventário de estoque é a principal forma de encontrar erros na gestão do estoque da sua loja.

 

Fonte: Info Varejo

Ponto Varejista

O Ponto do Varejista é um portal especialista em compartilhar conteúdos ricos sobre o futuro do varejo. Nosso objetivo é ajudar a rede de varejistas e seus fornecedores a serem mais rentáveis, sustentáveis e protagonistas de seus negócios. Inovação, gestão estratégica e melhores práticas no varejo fazem parte das nossas publicações diárias.

Posts relacionados

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *